Em casa com a criançada – Quinta Semana

13 de Maio, 2020 - Por e-docente

Compartilhar

Esse mês comemoramos o Dia das Mães, vamos para mais uma semana com essas mulheres guerreiras. Sabemos que não são só as mamães as responsáveis pelos cuidados e atenção às crianças, mas entendemos que as palavras mãe e mamãe são como doces nas boquinhas dos nossos pequenos.

Vamos, então, para mais uma semana de colaboração, com os adultos envolvidos com a criançada em casa.

Retome o varal, façam os planos do que farão a cada dia e lembrem que para cumprir tudo, dia a dia, precisam seguir os combinados do varal.

 

Segunda-feira:

Todas as cores do mundo: Comece o dia conversando com as crianças sobre as cores do mundo. Recorde qual a cor do céu, do sol, da noite, do dia… Pergunte qual a cor que ela mais gosta, se tem alguma que não gosta e se tem, qual o motivo. Pergunte se fosse usar uma cor para desenhar esse momento que estão todos em casa por conta de um vírus, qual a cor que usaria. Conversar sobre as cores, nomeá-las, usá-las são algumas das atividades propostas na escola. Proponha se quer ouvir a história do Menino de todas as cores, visite o site https://www.youtube.com/watch?v=whrqcs6R8Pw  e depois  podem  criar os meninos de mãos dadas de papel, conforme orientado no vídeo. Pode ser em formato dobradura ou desenho de bonecos, se preferir. Se não tem papel com as mesmas cores da história, use os papeis que tenham em casa, sacolas de lojas, embalagens de presente etc. Podem colorir os meninos também. Em seguida, realize uma deliciosa brincadeira: brincar de roda.  Lembre-se das cantigas de roda que brincava na infância e ensine-as para as crianças.

Terça-feira:

Brincando de Mindfulness: na semana passada falamos desse jogo que possibilita diferentes brincadeiras e chegamos a dizer que não é um bicho, nem é um alienígena.

Hoje vamos propor um exercício do Mindfulness.  Sente-se no chão com a criança. De olhos abertos, frente a frente, proponha que falem palavras que lembrem coisas boas e que existem na natureza. Exemplo: você fala borboleta, ela fala sol, você fala lua, ela fala mar…Esse exercício não deve ser muito extenso, cada um fala 5 palavras, alternando entre um e outro.

Em seguida, proponha a ela fechar os olhos e respirar profundamente. Após algumas respirações profundas, peça que imagine na sua frente o planeta Terra, uma bola bem grande, imensa, no meio do universo. Oriente-a a abraçar o planeta, ainda de olhos fechadosEsse abraço vai ficando grande, muito grande, enorme a ponto de enviar muito amor ao planeta. Então, peça a ela que abra os olhos”.

Converse sobre o que sentiu ao fazer a prática.

Quarta-feira:

Jogo da memória: Os jogos ativam vários sentidos do nosso corpo físico e intelectual, por isso não podem fazer parte só da rotina da escola, devem integrar a rotina da criança.

O jogo da memória, ativa a concentração, atenção e agilidade, dentre outros componentes. Por isso, propomos que construam juntos um jogo da memória.

Selecione, com a ajuda dos pequenos, imagens de revista que tenham o mesmo tamanho. Após selecioná-las, recorte-as e cole-as em papelão, que pode ser de caixas de embalagem. Só se atente para deixar a parte lisa para trás da imagem. Depois, recorte-as ao meio, em dois quadrados iguais.

Em seguida virem todas ao contrário, embaralhe, arrume e cada jogador, na sua vez, deve virar duas cartas para encontrar as partes que formam uma figura.

Ganha, quem ao final do jogo, estiver com maior número de figuras completas.

Quinta-feira:

Os Super-heróis: É impressionante como desde cedo os super-heróis passam a influenciar o dia a dia das crianças. Além de proporcionar a brincadeira eles são essenciais para a formação da personalidade da criançada. Com eles, aprendem a defender ideais, proteger os mais fracos e a combater o que não é bom. Estamos vivendo um momento muito complexo, onde o nosso maior temor é pela vida.

Diante deste cenário, surgem novos super-heróis e precisamos falar da ação dos médicos e de toda a equipe da saúde no combate ao mal e na tarefa de salvar vidas. Que tal, fazer isso através de uma história com animações?

Visite https://www.euleioparaumacrianca.com.br/historias/super-protetores/  

Depois de ouvir a história, converse sobre o trabalho que os médicos e enfermeiros realizam, como eles são importantes nesse momento e que, para ajudá-los, precisamos ficar em casa.

Podem sugerir a construção de instrumentos que os médicos usam, com materiais que têm em casa, como o estetoscópio, com tampinhas de refrigerante e pedaços de tecido; o termômetro, com um palito de picolé, copinhos de remédio e brincar de consultar e cuidar das pessoas como os médicos fazem.

Sexta-feira:

Vamos acampar: Sexta feira é sempre dia de festa, afinal ela anuncia o final de semana. Não vamos cair no discurso desmotivador “todos os dias são iguais” em tempos de isolamento social. Propomos outro cenário para esse dia: semana com todas as atividades em dia, o varal tem funcionado, evitando birras e manhas, o quadro de combinados está cada dia mais preenchido com pontos positivos. Então que tal construir uma cabana com lençóis e, juntos, criarem uma história de aventura? Vocês podem ir dramatizando e vivendo essa história. Depois, juntos, desenhem a história criada por vocês.

 

Karla Berbat

Pedagoga e mestre em Educação Escolar

Assessora Pedagógica das Editoras Ática, Scipione e Saraiva – Rede Pública

Compartilhar


Deixe seu comentário