Aplicativos para o ensino de Ciências e Biologia

30 de junho, 2020 - Por Ivan Peão

Compartilhar

Falar e refletir sobre a nossa realidade atual é necessariamente pensar sobre uma sociedade em transição ou transformação. Segundo Castells (1999), qualquer análise desse contexto é indissociável da influência exercida pela Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) no mundo moderno. Em outras palavras, sistemas computadorizados já fazem parte de diversas atividades do nosso dia-a-dia. A informação, hoje, pode ser consultada a qualquer momento e lugar. Isso tem criado novos significados para nossas relações e tradições.

Segundo dados do Comitê Gestor da Internet (CGI.br), 102 milhões de brasileiros possuíam acesso à internet entre novembro de 2015 e junho de 2016. Desse total, 89% acessam a rede através de seus celulares (WIFI e 3G/4G).

Mas e na educação? Quais são os desafios? Paradigmas? Será que essa realidade também é incorporada? Quais metodologias são mais adequadas?

SUPORTES TECNOLÓGICOS DIGITAIS

Esse início de século XXI tem trazido reflexões sobre a área da educação. Criando e revistando conceitos teóricos sobre o papel do estudante e do professor na promoção de uma relação de ensino e aprendizagem significativa e contextualizada.

Nos dias atuais, as TIC estão proporcionando diferentes formas de interação e sociabilidade na população. Em particular, nas gerações mais jovens que estão imersas nessa realidade.

Nesse sentido, para aumentar o engajamento e interesse dos estudantes não podemos isolar a realidade. Pelo contrário, devemos explorar e incorporar a nossa prática docente abordagens que relacionem a realidade do estudante e melhorem o seu processo aprendizagem.

A dinamicidade e potencial de representação das TIC permitem que conhecimentos de disciplinas consideradas de difícil compreensão e abstração sejam assimiladas, exploradas e representadas mais facilmente. Essa perspectiva vai ao encontro com o modelo socioconstrutivista, que argumenta que o processo de aprendizagem deve ser ativo, interpretativo e interativo (DRIVER et al,1994).

 

 RECURSOS EDUCACIONAIS PARA ENSINO DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA

Que tal brincar com combinações genéticas e ver como os genes dominantes e recessivos aparecem em várias gerações? Que tal estudar respiração celular, meiose, mitoses, expressão proteica e outros temas de forma interativa? E que tal visualizar animações, completar os estudos com imagens estáticas, textos e questionários?

A experimentação, de modo geral, pode promover oportunidades para que os estudantes vivenciem e visualizem na prática o assunto estudado. Isto é, trabalha-se uma situação de investigação que engloba a construção de conhecimentos e resolução de problemas reais. Essa aplicação da teoria na prática gera significância e ajuda na nossa assimilação da informação.

Contudo, em específico no ensino de biologia, muitas vezes a falta de recursos (laboratórios, equipamentos, técnico, carga horária etc.) impossibilita a promoção dessa abordagem em muitas instituições. Mas, a boa notícia é que existem alternativas proporcionadas pela tecnologia digital que podem suprir essa demanda.

Para facilitar esse processo, compartilhamos com você algumas dicas (em português e inglês) de aplicativos, softwares, sites e jogos que podem ser incorporados ao seu plano de aula e à sua prática docente. Confira a lista a seguir:

  1. Células virtuais CBME – Software educacional que objetiva complementar o ensino da biologia celular no nível fundamental.
  2. Célula 3D – Site com animações em 3D que permitem explorar os componentes de uma célula.
  3. Sistema de Informação em Saúde Silvestre – Plataforma colaborativa com informações sobre a saúde da fauna silvestre.
  4. PlantNet – Aplicativo que ajuda identificar plantas com fotos, organizando em bancos de dados diferentes.
  5. Map Of Life – Plataforma que permite descobrir, identificar e registrar a biodiversidade em todo o mundo.
  6. Cell Cycle and cancer – Site com informações sobre o ciclo de uma célula eucariótica.
  7. Cardiology Lab – Site com recursos interativos sobre cardiologia, doenças cardíacas, terminologia médica e ferramentas de diagnóstico disponíveis.
  8. Bacterial ID Lab – Site que simula um laboratório com informações e técnicas utilizadas para identificar diferentes tipos de bactérias com base em sua sequência de DNA.
  9. Célula animal – Jogo online que testa o conhecimento sobre a estrutura da célula.
  10. Poke a muscle – Site de histologia, voltado para aprender os principais músculos superficiais do corpo.
  11. Virtual heart – Site em inglês com informações sobre a anatomia e ritmos cardíaco. Possui recursos em 3D, vídeos, publicações e links sobre o tema.
  12. BioNinja IB – Site que fornece testes e quizzes curtos abordando tópicos em todo o currículo de biologia.
  13. Kids biology – Site em inglês com diversos links para jogos voltados para o estudo da biologia.

 

APLICATIVOS PARA CELULARES

  1. Fisiologia das plantas Aplicativo para celular que aborda tópicos do ensino médio sobre a estrutura geral da plantas, formas e tipos, além de outras características.
  2. Heredity – Aplicativo para celular que explorar aspectos da hereditariedade, tais como mitose, meiose, cromossomos, entre outros.
  3. Biologia – Aplicativo para celular que engloba tudo sobre ciências, como áreas relacionadas à química, matemática, física, biotecnologia, entre outras.
  4. Sistemas do Corpo Humano 3D – Aplicativo para celular de anatomia e apresenta as principais características do corpo humano através de material didático detalhado, mapeamento completo dos sistemas digestório e circulatório com modelos tridimensionais dos órgãos.
  5. Fisiologia humana – Aplicativo para celular sobre fisiologia com breves explicações sobre vários temas. É possível praticar os conhecimentos respondendo ao quiz.
  6. Anatomia  Aplicativo para celular com perguntas (em inglês e espanhol) sobre anatomia humana. Existem três níveis de dificuldade, com perguntas sobre ossos, músculos, órgãos e anatomia do corpo em geral.
  7. Biologia 100 Exercícios – Aplicativo para celular voltado para estudantes que visam o ENEM. Possui exercícios, gabaritos resolvidos e comentados.
  8. Células – Aplicativo para celular focado no conteúdo do ensino médio, apresenta as organelas citoplasmáticas e suas funções, assim como aspectos da divisão celular e do DNA através de material didático detalhado, modelos tridimensionais das células e bactérias, além de animações das etapas da divisão celular.
  9. Neuronify – Aplicativo para celular (em inglês) destinada a criar a intuição de como os neurônios e redes neurais se comportam. Você pode usá-lo para combinar os neurônios com conexões diferentes, assim como as que temos em nosso cérebro e explorar como alterações em células individuais levam a mudanças comportamentais em redes importantes.
  10. Dissection Lab  Aplicativo para celular (em inglês) que fornece instruções passo-a-passo e visualização 3D sobre o processo de dissecção de animais. A intenção é estimular a aprendizagem sobre a anatomia animal e visualizar os órgãos internos de forma eficaz.
  11. Ask a biologist – Games & Simulations  Plataforma educacional (em inglês) com diversos jogos e simulações, tais como anatomia dos ossos, detetive cientista, criação e decodificação do genoma de um monstro, entre outros.
  12. Esqueleto / Anatomia 3D – Aplicativo para celular de anatomia em 3D com modelos anatômicos detalhados e interativos. Permite visualizar e manipular cada osso do esqueleto humano.
  13. Curso de Astronomia  – Aplicativo para celular que oferece noções mais elementares sobre o estudo dos corpos celestes do universo, incluindo planetas, cometas, asteroides, estrelas, matéria que constitui as galáxias e muito mais.
  14. Desafio Ambiental – Aplicativo para celular com um guia para fazer mudanças no planeta , oferecendo: Desafios a serem dados, pontos para pontuar e níveis para alcançar, notícias diárias sobre o meio ambiente, qualidade do ar em tempo real em sua cidade e país, detector de poluição sonora, poluição e qualidade da água em seu país, ecossistema e estado de vegetação em seu país, entre outros.

 

COMPARTILHANDO SABERES!

Você conhece e/ou utiliza outros? Tem mais sugestões? Então, compartilhe conosco e ajude os colegas! 😀

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 DRIVER, R.; ASOKO, H.; LEACH J.; MORTIMER, E. SCOTT, P. Constructing Scientific Knowledge in the Classroom. Educational Researcher, Vol. 23, No. 7, pp. 5-12 Oct., 1994. Disponível em: <http://calteach.ucsc.edu/People_/Instructors/documents/Driver-Constructionofscikn.pdf>. Acesso em: 21 Jul. 2017.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

Kamil Giglio

Assessor Pedagógico das Editoras Ática, Scipione e Saraiva na Rede pública.

Doutor em Engenharia e Gestão do Conhecimento pela UFSC.

Compartilhar


Deixe seu comentário